Notícias

Governo do Estado orienta sobre compras para o Dia das Crianças

10/10/2017

O Dia das Crianças se aproxima e a garotada aguarda ansiosa o tão esperado presente. Mas, atenção, porque a pressa nos últimos dias que antecedem a comemoração, não pode deixar passar medidas básicas para se fazer uma boa compra. Por isso, antes de ir às lojas, confira as dicas do Procon-ES.

Pesquisa realizada em todas as capitais pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) aponta que 75% dos brasileiros devem ir às compras no Dia das Crianças.

A taxas de juros continuam elevadas e o consumidor deve se preocupar com a quitação das dívidas antigas. Por isso, a primeira orientação está relacionada à definição do que adquirir e quanto poderá gastar. Isso irá facilitar a compra e tornará mais fácil a pesquisa de preços.

A diretora-presidente do Procon-ES, Denize Izaita Pinto, disse que as datas comemorativas são uma boa oportunidade para educar financeiramente as crianças, desde a mais tenra idade.

“O número de negativados e endividados em nosso Estado supera 648 mil pessoas, segundo a CDL Vitória. Por esse motivo, devemos desde cedo ensinar às crianças o valor do dinheiro, como escolher um presente que caiba no bolso e incentivar a poupança. A criança deve ser estimulada a comprar o próprio presente com as moedinhas que poupou. Se os pais não puderem dispender de nenhum valor para um brinquedo novo, uma boa alternativa é uma tarde de lazer ou a doação de brinquedos antigos e feiras de trocas de brinquedos”, ressaltou Denize.

 

Compra de presentes

- Avalie a indicação de faixa etária e as questões relacionadas à saúde e segurança. Todo brinquedo comercializado no Brasil, seja nacional ou importado, é preciso ter o selo do Inmetro. A certificação obrigatória é a garantia de que ele foi aprovado em todos os testes;

- Verifique se o brinquedo apresenta todas as informações necessárias em linguagem de fácil compreensão, em português, para que se saiba o que se está comprando e qual a sua utilização. A embalagem e o manual de instruções precisam informar, ainda, a faixa etária a que se destina o produto, eventuais riscos, número de peças, regras de montagem, modo de usar, se faz parte de uma série ou coleção e clara identificação do fabricante ou do importador;

- Teste o funcionamento dos produtos eletrônicos na loja, sempre que possível;

- Verifique se o produto possui algum defeito aparente como ranhuras, manchas, etc;

- Verifique se a loja realiza trocas e o prazo para realizá-la. Essa informação é muito importante, porque para as compras realizadas em lojas físicas, a troca não é obrigatória caso o produto esteja em perfeito estado.

 

Preços e pagamentos

- Os lojistas devem exibir o preço tanto à vista, a prazo e a taxa de juros aplicada a todos os produtos expostos no interior da loja e vitrines;

- Os consumidores devem ser informados, por meio de cartazes, sobre as formas de pagamento aceitas pela loja;

- Os lojistas devem cumprir o preço anunciado nas prateleiras e folhetos publicitários.

- Prefira pagar à vista. Muitas lojas oferecem bons descontos;

- Não pode ser exigido um valor mínimo para a utilização dos cartões de crédito e débito;

- As lojas podem praticar preços diferenciados para pagamento nos cartões de débito e crédito e no dinheiro.

 

 

Fonte: Procon-ES

Horário de funcionamento: das 7h às 11h e 12h30 às 16h30.

Av. Presidente Vargas, 157 - João Neiva - ES - Tel: 27 3258-4713. Desenvolvido por DesignMaster