Dia Mundial de Combate a Diabetes: conheça os passos para ficar longe da doença

De  Priscila Moreschi
13 de novembro de 2023 às 09h33.

Uma gotinha de sangue é o suficiente para o diagnóstico da doença

Uma enfermidade silenciosa e que pode afetar diversas áreas do corpo podendo levar à perda da qualidade de vida e até a morte. Talvez essa seja a melhor descrição para o Diabetes Mellitus. Nesta terça-feira (14), é o Dia Mundial de Combate a Diabetes, uma data de conscientização sobre a enfermidade que atinge mais de 13 milhões de brasileiros, o correspondente a 6,9% da população.

Mas o que é o diabetes? A doença tem origens variadas, mas basicamente é ocasionada pela falta de insulina ou da incapacidade de produção de insulina de forma suficiente pelo pâncreas.

A insulina é o hormônio responsável pela manutenção do metabolismo da glicose e a falta ou o mau funcionamento da insulina ocasiona déficit na metabolização da glicose no sangue, e dessa forma, o diabetes. De maneira resumida, o diabetes é caracterizado por altas taxas de açúcar no sangue de forma permanente.

Existem basicamente três tipos de diabetes: o tipo 1, causado por fatores genéticos; o do tipo 2, que resulta da resistência progressiva à insulina e deficiência desse hormônio com o passar do tempo, ocorre em 90% dos casos; e o diabetes gestacional, que tem causa desconhecida e acontece durante a gravidez.

O diabetes não costuma apresentar sintomas em sua fase inicial. Por isso, a melhor forma de diagnosticar a doença é por meio de exames de rotina. Por meio de um simples exame de glicose é possível averiguar se o paciente possui hiperglicemia, ou seja, uma alta quantidade de açúcar no sangue.

O diagnóstico precoce é a melhor forma de evitar quadros graves da doença, pois o controle do açúcar é mais fácil de fazer quando o sinal amarelo é dado: níveis de açúcar entre 100-120 mg/dl é considerado pré-diabetes. Nessa fase, pequenas alterações nos hábitos de vida já são suficientes para colocar a glicose em níveis normais. Dieta e atividade física são os remédios necessários para ficar longe do diabetes.

Nos pacientes que já possuem a doença, os principais sintomas são:  vontade de urinar diversas vezes; sede constante; fraqueza; nervosismo; náusea; alteração visual (visão embaçada) e dificuldade na cicatrização de feridas.

“Mesmo em casos já estabelecidos, o tratamento do diabetes se resume basicamente em manter uma vida saudável e tomar os medicamentos necessários de acordo com a prescrição médica. O Sistema Único de Saúde oferece os medicamentos e o acompanhamento dos pacientes por meio de nutricionistas. O diabetes é uma doença crônica. Mesmo não tendo cura é possível conviver com a doença e minimizar seus efeitos”, destaca a secretária municipal de Saúde de João Neiva Amanda Carlesso.

Se não tratado, o diabetes pode provocar cegueira, paralisação dos rins, amputação de membros, infarto e infecções.

Apesar de ser uma doença ligada à modernidade, em que as pessoas não têm tempo de se alimentar adequadamente e fazer atividade física, o diabetes geralmente está ligado também a fatores genéticos. Por isso se você tem históricos da doença na família ou já tem diabetes siga essas orientações: mantenha o peso normal; não fume, controle a pressão arterial, evite medicamentos que possam agredir o pâncreas, pratique atividade física regularmente, mantenha uma alimentação saudável, faça exames de controle da glicemia e tome os medicamentos prescritos pelo médico.

REDES SOCIAIS

  • Ícone do Youtube
  • Ícone do Facebook
  • Ícone do Instagram
  • Ícone do Whatsapp

Atendimento ao Público

  • O funcionamento da Prefeitura Municipal de João Neiva, de Segunda a Sexta 07:00 às 11:00 e de 12:30 às 16:30.

Fale Conosco

  • WhatsApp: (27) 99613-1425
  • E-mail: ouvidoria@joaoneiva.es.gov.br

Endereço

  • Av. Presidente Vargas, 157 - João Neiva - ES

Copyright © 2023 Prefeitura Municipal de João Neiva. Todos os direitos reservados.

Logo da Ágape

Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com as condições contidas nela.